Quais são as melhores motos para trilha?

Quais são as melhores motos para trilha?

Em nosso artigo da semana passada, falamos sobre as motos mais indicadas para quem está começando ou pretende começar a pilotar no fora de estrada e se este for o seu caso, recomendo que você pare a leitura e clique aqui para saber tudo o que é preciso para adquirir a moto mais adequada a seu momento.

Mas se você já passou do nível iniciante, já não passa tantas dificuldades e até já consegue encarar aqueles enroscos mais nervosos, então, está na hora de você trocar de moto, afinal, as motos nacionais embora sejam excelentes em termos de confiabilidade e facilidade de condução, elas são limitadas quanto às suas possibilidades.

Como citado no artigo anterior, as motos feitas no Brasil foram desenvolvidas para serem utilizadas por um garoto de 16 anos que estava começando a dar suas primeiras aceleradas e servir de trampolim para as motos racing. Ou seja, aquelas fabricadas para encararem as duríssimas exigências das competições no ambiente off-road.

Acontece que, como no Brasil estas motos são todas importadas e acabam chegando a preços elevados para o padrão monetário do brasileiro médio, muitos continuam fazendo trilha com o que cabe no bolso.

Mas, se você tiver uma graninha sobrando para montar numa importada, verá como o salto valerá a pena!

Por serem motos puro-sangue off-road, as trail importadas trazem elementos em sua construção que vão dar um up em sua pilotagem, como suspensões com múltiplas regulagens, quadro com geometria específica que melhora a posição de pilotagem e motor com respostas mais prontas e enérgicas, resultando num pacote de benefícios onde você só tem a ganhar.

Mas quais seriam as melhores motos para trilha? 

Vamos listar as principais motocicletas importadas para fazer trilha disponíveis nas Terras Brasilis. 

Todas as motos aqui listadas são trazidas ao Brasil pelas fábricas aqui instaladas ou mesmo montadas por aqui; em outros casos, são importadas por empresas independentes de renomada confiabilidade no segmento, o que assegura a disponibilidade de peças e assistência técnica.

Apresentaremos somente as motocicletas zero quilômetro que estão sendo comercializadas em 2019, destinadas exclusivamente a enduro/trail, excluindo-se modelos voltados a cross country, motocross e trial, afinal, o objetivo aqui é conhecer as melhores motos para trilha, correto? 

Então, vamos lá!

Beta

RR 200

Beta RR 200

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 190 cm3
Diâmetro x curso: 62 x 63 mm
Alimentação: carburador Keihin PWK 36
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida ZF Sachs com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 295 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor ZF Sachs 48mm, reg. pré-carga, compr. e ret, 290 mm curso 
Freio dianteiro: pinça Nissin duplo pistão, disco único 260 mm
Freios traseiros: disco simples 240 mm, pinça Nissin um pistão
Tanque: 8,5 litros
Peso: 102,5 kg

RR 300

Beta RR 300

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 293,1 cm3
Diâmetro x curso: 72 x 72 mm
Alimentação: carburador Keihin PXK 3
Ignição: AC – CDI Kokusan
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida ZF Sachs 48mm, cartucho fechado, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 295 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor ZF Sachs, reg. pré-carga, compr. e ret, 290 mm curso 
Freio dianteiro: pinça Nissin duplo pistão, disco único 260 mm
Freio traseiro: disco simples 240 mm, pinça Nissin um pistão
Tanque: 9,4 litros
Peso: 103,4 kg

RR 390

Beta RR 390

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 349,1 cm3
Diâmetro x curso: 88 x 57,4 mm
Alimentação: injeção eletrônica Synerject, corpo 42 mm
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida ZF Sachs 48mm, cartucho fechado, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 295 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor ZF Sachs, reg. pré-carga, compr. e ret, 290 mm curso 
Freio dianteiro: pinça Nissin duplo pistão, disco único 260 mm
Freios traseiros: disco simples 240 mm, pinça Nissin um pistão
Tanque: 8 litros
Peso: 109 kg

Gas Gas

EC 300

Gas Gas EC 300

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 299,3 cm3
Diâmetro x curso: 72 x 72 mm
Alimentação: carburador Keihin PKWS 38, com palhetas V-Force
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida Marzzochi Shiver 48 mm, cartucho fechado, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 305 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor Reiger, reg. pré-carga, compr. e ret, 298 mm curso 
Freio dianteiro: disco wave Galfer 260 mm, pinça Nissin duplo pistão
Freios traseiros: disco wave Galfer 220 mm, pinça Nissin um pistão
Tanque: 9,5 litros
Peso: 107 kg

Honda 

CRF 450X

Honda CRF 450X

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 449,6 cm3
Diâmetro x curso: 96 x 62,1 mm
Alimentação: injeção eletrônica PGM-FI
Ignição: CD/CDI
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 305 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor com sistema Pro-Link, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Nissin duplo pistão
Freios traseiros: disco 240 mm, pinça Nissin um pistão
Tanque: 7,6 litros
Peso: 119 kg

Husqvarna 

TE 250i

Husqvarna TE 250i

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 249 cm3
Diâmetro x curso: 66,4 x 72 mm
Alimentação: injeção eletrônica Synerject
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 330 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 8,5 litros
Peso: 105,2 kg

TE 300i

Husqvarna TE 300i

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 293,2 cm3
Diâmetro x curso: 72 x 72 mm
Alimentação: injeção eletrônica Synerject
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 8,5 litros
Peso: 105,4 kg

FE 250

Husqvarna FE 250

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 249,9 cm3
Diâmetro x curso: 78 x 52,3 mm
Alimentação: n/d
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 9 litros
Peso: 105,5 kg

FE 350

Husqvarna FE 350

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 349,7 cm3
Diâmetro x curso: 88 x 57,5 mm
Alimentação: n/d
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 8,5 litros
Peso: 106,8 kg

FE 450

Husqvarna FE 450

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 449,3 cm3
Diâmetro x curso: 95 x 63,4 mm
Alimentação: n/d
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 9 litros
Peso: 108,3 kg

FE 501

Husqvarna FE 501

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 510,9 cm3
Diâmetro x curso: 95 x 72 mm
Alimentação: n/d
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseiro: monoamortecedor WP, reg. pré-carga, compr. e ret, 300 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Magura duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Magura um pistão
Tanque: 9 litros
Peso: 108,4 kg

Kawasaki

KLX 450R

Kawasaki KLX 450R

Motor: monocilíndrico quatro tempos, DOHC, refriger. líquida, 449 cm3
Diâmetro x curso: 96 X 72,1 mm
Alimentação: carburador Keihin FCR-MX40
Ignição: AC-CDI digital
Partida: elétrica e pedal
Transmissão: cinco velocidades
Suspensão dianteira: invertida 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 305 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor reg. pré-carga, compr. e ret, 315 mm curso 
Freio dianteiro: disco margarida 250 mm, pinça duplo pistão
Freios traseiros: disco margarida 240 mm, pinça um pistão
Tanque: 8 litros
Peso: 126 kg

KTM

250 EXC-F

KTM 250 EXC-F

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 249,9 cm3
Diâmetro x curso: 78 x 52,3 mm
Alimentação: injeção eletrônica Keihin, corpo 42 mm
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP XPlor PDS, reg. pré-carga, compr. e ret, 310 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Brembo duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Brembo um pistão
Tanque: 9,2 litros
Peso: 103 kg

350 EXC-F

KTM 350 EXC-F

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 349,7 cm3
Diâmetro x curso: 88 x 57,5 mm
Alimentação: injeção eletrônica Keihin, corpo 42 mm
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP XPlor PDS, reg. pré-carga, compr. e ret, 310 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Brembo duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Brembo um pistão
Tanque: 9,2 litros
Peso: 103,8 kg

350 EXC-F Six Days

KTM 350 EXC-F Six Days

Motor: monocilíndrico quatro tempos, refriger. líquida, 349,7 cm3
Diâmetro x curso: 88 x 57,5 mm
Alimentação: injeção eletrônica Keihin, corpo 42 mm
Ignição: Keihin EMS
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP XPlor PDS, reg. pré-carga, compr. e ret, 310 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Brembo duplo pistão
Freios traseiros: disco 220 mm, pinça Brembo um pistão
Tanque: 9 litros
Peso: 104,3 kg

300 EXC

KTM 300 EXC

Motor: monocilíndrico dois tempos, refriger. líquida, 293,2 cm3
Diâmetro x curso: 72 x 72 mm
Alimentação: injeção eletrônica Synerject
Ignição: Synerject
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida WP Xplor 48 mm, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 300 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor WP XPlor PDS, reg. pré-carga, compr. e ret, 310 mm curso 
Freio dianteiro: disco 260 mm, pinça Brembo duplo pistão
Freios traseiro: disco 220 mm, pinça Brembo um pistão
Tanque: 9,5 litros
Peso: 100 kg

Yamaha

WR 250F

Yamanha WR 250F

Motor: monocilíndrico quatro tempos, DOHC, 4 V, refriger. líquida, 250 cm3
Diâmetro x curso: 77 x 53,6 mm
Alimentação: injeção eletrônica
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: seis velocidades
Suspensão dianteira: invertida KYB com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 310 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor KYB, reg. pré-carga, compr. e ret, 318 mm curso 
Freio dianteiro: disco 270 mm, pinça duplo pistão
Freios traseiros: disco 245 mm, pinça um pistão
Tanque: 7,5 litros
Peso: 118 kg

WR 450F

Yamaha WR 450F

Motor: monocilíndrico quatro tempos, DOHC, 4 V, refriger. líquida, 450 cm3
Diâmetro x curso: 97 x 60,8 mm
Alimentação: injeção eletrônica
Ignição: n/d
Partida: elétrica
Transmissão: cinco velocidades
Suspensão dianteira: invertida KYB, com regulagens de pré-carga, retorno e compressão, 310 mm curso
Suspensão traseira: monoamortecedor KYB, reg. pré-carga, compr. e ret, 318 mm curso 
Freio dianteiro: disco 270 mm, pinça duplo pistão
Freios traseiros: disco 245 mm, pinça um pistão
Tanque: 7,5 litros
Peso: 119 kg

Quais são os próximos passos?

Quais são os próximos passos?

Esperamos que este artigo ajude você, orientando-o a respeito de quais são as melhores motocicletas para fazer trilha comercializadas no Brasil. Ressaltamos que além destas, há modelos que não estão mais sendo vendidos nas concessionárias e lojas autorizadas, mas que também continuam sendo boas opções, além de serem mais baratas, mas fique atento, afinal, estas são motos de competição e que são usadas de forma intensa e por isso, sofrem bastante se não forem bem cuidadas. 

Além disso, todas as peças usadas para estas motos são mais caras que as voltadas às motos nacionais, pelo fato de serem importadas e terem seus valores comercializados em dólar. Assim, é bom fazer uma pesquisa prévia sobre valores de itens de reposição constante, como relação, embreagem, pastilhas de freio e até mesmo, sobre retífica, afinal, estas motos precisam obrigatoriamente terem seus motores abertos após um determinado número de horas de uso para troca de pistão, juntas e anéis – e isso pode custar alguns milhares de reais. Se você não fizer isso preventivamente, o custo do conserto pode ficar ainda maior depois que o motor der problema. Portanto, sempre consulte um mecânico especializado, de preferência, de sua confiança ou indicado por algum amigo.

E para encerrar, pesquise! Acesse sites e revistas especializados, converse com trilheiros mais experientes e se possível, experimente: procure dar uma volta, fazer um test ride antes de tomar a decisão final de compra, pois nada pior que comprar uma moto e não se adaptar a ela.
Está pensando em comprar sua moto de trilha? Confira nosso artigo sobre Quanto custa uma moto de trilha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *