10 erros de condução off road que você deve evitar

10 erros de condução off road que você deve evitar

Sabemos bem que as nossas vidas são constituídas de erros e acertos e, para cada um deles, o resultado pode ser positivo ou negativo. 

É fato que, nem sempre iremos acertar, mas repetir os mesmos erros é totalmente desnecessário.

Na pilotagem off road, às vezes, quase involuntariamente, cometemos os mesmos erros, e os resultados são catastróficos e desanimadores. Levando em conta que, ao subir na moto, seu maior objetivo é a diversão, fizemos uma lista dos 10 principais erros que podem comprometer esse momento e ainda deixá-lo longe do que mais gosta de fazer: andar de moto.

Confira!

1. Posicionamento dos braços

Nada é mais estranho do que um piloto sobre a moto com os braços caídos, juntos ao corpo. Essa posição dos braços não contribui em nada para condução da moto, e atrapalha muito na utilização de instrumentos como acelerador, freios e a embreagem. 

Mantenha sempre os braços erguidos, com os cotovelos levantados em posição de ataque, assim você tem a certeza que o controle da moto estão mesmo em suas mãos. 

Imagine que, com os cotovelos “caídos”, ao receber um impacto de um obstáculo na roda dianteira, facilmente você irá perder o controle do guidão e poderá ter uma queda.

2. Nunca tirar pés na pedaleira

Durante uma trilha, se pudéssemos contar quantas vezes colocamos os pés fora da pedaleira e fossemos penalizados financeiramente por isso, com certeza todos estariam falidos. 

É claro que algumas vezes isso é necessário, mas quanto maior o tempo dos pés “pregados” nas pedaleiras, melhor será a pilotagem. 

Em terrenos como areia e lama, por exemplo, é imprescindível que eles se mantenham no local designado. 

Isso vai manter o equilíbrio e o posicionamento sempre correto. 

3. Posicionamento das Pernas

Talvez você não se lembre ou nem saiba, mas as pernas de um ser humano tem três vezes mais força do que seus braços. Então, quando se pilota, a melhor ferramenta que você tem para segurar, equilibrar e conduzir a moto são seus membros inferiores. 

Com as pernas bem posicionadas, é possível levar a moto onde você bem entender. É claro que para isso ela deve sempre estar bem presa ao chassi da moto ou, em caso de curvas, fora da pedaleira e levantada. 

Mas atenção: uma das lesões mais graves é a de joelho, que acontece quando a perna está em uma posição incorreta e acaba batendo no chão ou em algum outro obstáculo. Portanto, fique atento.

4. Mantenha-se em pé

A melhor maneira de se conduzir uma moto off road é se manter de pé. 

Com os pés na pedaleira e as pernas firmes segurando a moto, ficar em pé vai te ajudar a distribuir muito bem o peso do corpo sobre a moto. 

Mas lembre-se de que nas curvas, é importante estar sentado. Nessas situações, seu peso precisa ficar mais firme na roda traseira, para ajudá-la a tracionar melhor e manter o equilíbrio.

5. Foco e atenção 

Esse erro é muito comum entre os novatos mas também atinge os mais experientes. Ambos acabam se dando mal quando o assunto é foco e atenção. 

Para não errar nesse item, olhe sempre lá na frente, pelo menos uns 100 ou 200 metros adiante, isso fará com que você veja os obstáculos. Seu cérebro terá tempo hábil para processar as informações e te ajudar a reagir para evitar problemas no percurso.

Ajuste de suspensão

6. Ajuste de suspensão 

Sempre que for subir na moto, lembre-se que há um ajustes corretos para cada tipo de terreno, piloto e estilo serem nas suspensões, além da manutenção periódica. 

Normalmente, os ajustes trabalham com uma margem que atende uma faixa de peso, como por exemplo entre 80 e 95 kg e vai variando conforme aumentam ou diminuem. 

Assim, caso observe uma mudança considerável no seu peso, é importante revisar os parâmetros da suspensão e torná-los mais adequados para o momento.

7. Ajustes finos nos pedais e manetes

Por algum tempo, houve uma moda no off road que consistia em deixar os manetes virados para cima, parecendo duas orelhas no guidão! 

Quando for sair para uma trilha, tenha sempre o cuidado de ajustá-los. 

Faça isso sentado e depois em pé, e encontre um meio termo para utilizá-los. 

Lembre-se de que uma trilha pode demorar horas e um manete ou pedal mal posicionado pode incomodar ou comprometer a performance.

8. Kit de sobrevivência 

Apesar da manutenção preventiva (e corretiva, quando necessária), sempre encontramos surpresas pelo meio do caminho, e a falta de um kit de ferramentas básicas pode te deixar preso no meio do nada. 

Existem diversas configurações que podem ser feitas e colocadas numa pochete de ferramentas, mas em qualquer uma delas não podem faltar itens como:

  • um alicate;
  • emenda de corrente;
  • presilhas plásticas (tire-up); 
  • chave 8, 10 e 12; 
  • chave de fenda; 
  • um pedaço de arame.

9. Preparo físico

Quanto mais forte seu corpo estiver, melhor será sua performance sobre a moto. 

Muitos pilotos, sobretudo aqueles do final de semana, costumam não se cuidar fisicamente e acham que apenas andando de moto estão fazendo exercícios físicos. 

Na verdade, quando você vai andar de moto, seu corpo precisa estar pronto pra isso, pois será necessário fazer força para se manter equilibrado e conseguir conduzir a moto durante todo o trajeto.

Durante a semana que antecede a trilha, arrume um tempo para uma corrida a pé, uma pedalada ou mesmo uma caminhada. 

Isso vai colocar seu pulmão e os músculos em dia.

Necessário se lembrar, também, de realizar um aquecimento antes de subir na moto e após finalizar a trilha. O alongamento bem feito irá ajudar a aliviar a musculatura que ficou tensa durante a pilotagem.

10. Alimente-se e hidrate-se

A medida que você vai pilotando, cruzando obstáculos, valetas, buracos subidas e descidas, a energia que seu corpo tem vai se esgotando como uma bateria. 

Embora não haja nada de errado em beber bastante água ao longo do dia, não comer ou reabastecer com alguns produtos de reposição energética afetará seus níveis de concentração e estoques de energia muscular. 

Você não só terá cãibras mais rápido e por mais tempo, como também terá afetada a capacidade de recuperação do seu corpo após um longo do dia. 

Tenha na mochila de hidratação algumas barrinhas energéticas, doces e algum carboidrato para reposição. 

Pare, desfrute a natureza e aproveite para ingerir esses alimentos que vão garantir que sua pilotagem não seja comprometida.

Esses são os erros de condução off road mais comuns, e é preciso evitá-los para garantir não só uma pilotagem segura, como também um passeio divertido.Quer entender mais sobre o assunto para melhorar sua performance? Confira nosso artigo sobre a importância da postura correta no off road.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *