Quem é Graham Jarvis e por que ele é considerado o rei do hard enduro?

Quem é Graham Jarvis e por que ele é considerado o rei do hard enduro?

O extreme enduro e o Hard Enduro são modalidades relativamente recentes, fazendo com que os heróis do esporte se destaquem ainda mais do que o terreno aparentemente radical que parecem atropelar sem qualquer esforço.

Os melhores nessa modalidade, onde a técnica para controlar a potência e o balanço da moto são indispensáveis, tendem a ter em sua bagagem anos de experiência em moto Trial. Num processo de amadurecimento e adaptação, os pilotos levam o controle e a técnica dessa motocicleta leve, para um novo estilo de pilotagem em máquinas mais potentes: Motos de Enduro que desafiam horas de trilhas e impõe ao competidores desafios físicos e mentais.

No entanto, para os amantes do off-road, de técnicas para superar trilhas e obstáculos impossíveis, Graham Jarvis é uma unanimidade como o maior representante do Hard Enduro!

Como os melhores pilotos do extreme enduro, o talento de Jarvis tem raízes no Trial. Aos 10 anos de idade, o inglês venceu sua primeira competição na modalidade e até hoje sua marca de 9 títulos no campeonato escocês de Trial é algo considerado histórico pelos praticantes do esporte. Na Inglaterra o piloto ele conquistou cinco vezes o British Trials, mas seria em outro estilo de competição que Jarvis se projetaria para o mundo.

Scotish Six Days Trial

O primeiro título de abrangência internacional ocorreu em 1998, quando o piloto inglês, ainda correndo na categoria Trial, venceu pela primeira vez o Scottish Six Days, a corrida mais antiga do mundo que surgiu em 1909. Motociclistas de todo o planeta competem cobrindo até 160 quilômetros por dia em rotas rodoviárias e off-road em torno de Lochaber em cada um dos seis dias. A prova é um teste da habilidade, consistência e resistência, bem como uma prova de qualidade para motocicletas especializadas levando os pilotos na disputa. Jarvis viria ser vencedor do Six Days em mais três edições: 1998, 2004 e 2006.

A primeira vitória na prova mais tradicional do Hard Enduro

A primeira vitória na prova mais tradicional do Hard Enduro

Em 2008 Graham Jarvis começou sua trajetória vitoriosa no mundo do Hard Enduro. Ao conseguir vencer a quinta edição da corrida Red Bull Romaniacs, pilotando uma sherco 450, o piloto inglês talvez não imaginasse que viria a se consolidar como o maior expoente de uma nova modalidade, e de uma geração de amantes de um esporte que na época parecia radical demais. Jarvis é o maior vencedor desta corrida que ocorre todos anos na Romênia, e que hoje é considerada o berço do Hard Enduro, atraindo competidores de todo o planeta. Em seu formato, a disputa do Romaniacs transcorre ao longo de cinco dias: o primeiro tem uma corrida em circuito de super enduro dentro da cidade de Sibiu. Os outros quatro dias são de disputas em longas trilhas de enduro pela região.

Depois da vitória em 2008, Jarvis venceria o Romaniacs em 2011,2012 e 2013 pilotando uma Husaberg TE 300; E em 2016 e 2017 pilotando a Husqvarna TE300.

O melhor ano de sua carreira

Em 2013 Graham Jarvis já era um piloto reconhecido pelo talento, com vitórias em algumas das principais etapas do circuito de extreme enduro e hard enduro: Já tinha vencido duas vezes o Romaniacs, duas vezes a incrível Hells Gate (Toscana, Itália), e duas vezes a Sea to Sky (Kemer, Turquia). Mas foi nesse ano que o piloto inglês venceu quase todas as etapas do Grand Slam ao chegar em primeiro em todas as provas anteriormente citadas, e vencer pela primeira vez a tradicional Roof of Africa e o Erzberg Rodeo (Áustria). Somente outro piloto inglês conseguiria repetir feito semelhante: Johnny Walker que ficou a uma vitória de vencer todas as provas do Grand Slam de Hard Enduro.

Títulos internacionais da carreira de Graham Jarvis:

  • Vencedor cinco vezes do Erzberg Rodeo – 2013, 2015, 2016, 2018, 2019;
  • Seis vezes vencedor do Red Bull Romaniacs – 2008, 2011, 2012, 2013, 2016, 2017;
  • Cinco vezes vencedor do Hells Gate – 2011, 2012, 2013, 2014, 2017;
  • Vencedor três vezes do Roof of Africa – 2013, 2015, 2016;
  • Quatro vezes vencedor do Red Bull Sea to Sky – 2011, 2012, 2013, 2015;
  • Quatro vezes vencedor do Scottish Six Days Trial – 1998, 1999, 2004, 2006.

Um piloto de jeito ‘tranquilão’

Um piloto de jeito 'tranquilão'

Graham Jarvis é definido por seus pares como um sujeito de personalidade tranquila e reservada, e que busca se expressar através de sua pilotagem. Apesar de toda sua fama e de seu legado para o hard enduro, Graham é extremamente acessível aos fãs e se mostra sempre disposto a compartilhar suas técnicas de pilotagem.

Jarvis com frequência organiza escolas e workshops dedicados a pilotos pelos países e locais que passa. Seja competindo em um evento ou como um convidado especial.

O valor do trial para seu estilo de pilotagem

Uma das grandes lições de quem domina a técnica do Trial, é aprender a controlar a potência da moto para gradualmente de maneira pensada superar os desafios na trilha. Sejam pedras, morros, ou obstáculos artificiais.

Em entrevista para a Dirt Rider, Jarvis falou sobre a principal deficiência dos pilotos de enduro que treina em seus workshops:

“As pessoas podem fazer cavalinho de pau, mas se esforçam para fazer esse controle de embreagem lento, principalmente. Então é isso que tento passar, que é importante ter o controle de embreagem e poder andar devagar e controlado”, afirma o piloto inglês.

Ainda assim, Jarvis afirma que nem todo piloto Trial consegue ser bem sucedido no Hard Enduro pois o estilo de competição envolve fatores mentais:

“É estranho porque alguns pilotos de Trial se adaptam muito bem ao enduro, enquanto outros simplesmente sofrem. Muitas técnicas são similares, mas eu acho que você precisa ter um certo tipo de mentalidade para participar de corridas extremas. Elas exigem velocidade, então você precisa ser rápido também.”

“Acredito ser por aí. No Trial você sempre tem alguém com você, enquanto em situações que no Hard você pode ficar sozinho por duas ou três horas, de modo que o lado mental disso pode pesar. Você está lá fora, lutando por si mesmo”

“Eu acho que é isso. Nos ensaios, você sempre tem alguém com você, enquanto em situações extremas você pode ficar sozinho por duas ou três horas, de modo que o lado mental pode pesar. Você está sozinho, você está lá fora, lutando por si mesmo” afirma Graham Jarvis que na mesma entrevista aponta o Romaniacs como sua corrida favorita:

“É uma corrida muito boa; terreno muito variado e apenas belas paisagens. Muito legal. Você tem riachos e lama, indo rápido, boas trilhas fluidas e divertidas.”
Já pensou em começar a prática no off road? Veja quanto custa uma moto de trilha e como começar a praticar!

Christian Camilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *