Pneus na performance off road: entenda a relação

Pneus na performance off road: entenda a relação

Vamos começar esse texto de uma maneira interessante. Pare, feche os olhos e imagine três cenas: A primeira, uma bailarina no palco calçando um par de esquis; a segunda, um lutador de artes marciais com um sapato de salto alto no ringue; e a terceira um atleta de maratona com uma bota pesada! 

Conseguiu visualizar? Tudo muito estranho e bem fora da ordem!

Pois bem é, com esse exercício que gostaríamos de explicar a importância dos pneus na performance uma moto off road

Continue a leitura!

Qual o papel dos pneus na performance off road?

A exemplo das cenas, para cada tipo de atividade existe um calçado ideal. Nas motos, os calçados são os pneus, que devem sempre serem escolhidos conforme as condições em que serão utilizados. 

Após anos de estudos, os fabricantes de pneus dividiram os modelos disponíveis no mercado em três grupos principais de terrenos com uma nomenclatura universal. 

São eles: Hard, Mid Soft e Soft, ou em bom português: duro, médio e macio. 

Os tipos de pneus

Hard

Na primeira opção, podemos relacionar àqueles lugares rochosos ou de chão bem duro e seco, onde a aderência é um dos maiores desafios para os pilotos

Se a força transmitida pela roda não “grudar” a moto no chão, certamente a condução será totalmente comprometida. 

Para esse tipo de terreno, os cravos dos pneus são mais curtos e próximos uns dos outros, o que possibilita que a tração e aderência sejam melhores. 

É comum que os fabricantes utilizem tanto na carcaça, quanto na borracha, um material macio. Imagine que, quando mais mole, mas fácil de “agarrar” nos obstáculos. 

Mid Soft

No segundo grupo de pneus, está o terreno intermediário. Nele, a composição do solo costuma misturar duas condições de terreno que podem ser: areia e lama, lama e pedra ou até mesmo um chão duro por baixo coberto de lama na superfície. 

Nesse tipo de terreno, os fabricantes costumam utilizar cravos mais altos e próximos. permitindo que eles tracionem com profundidade e encontrem rapidamente a aderência que impulsiona a moto para frente. 

Para terrenos assim, o composto de borrachas e da carcaça são mistos para que pneu se adapte rapidamente ao tipo de solo que pode mudar repentinamente. 

Soft

O terceiro grupo é do terreno macio, que abrange principalmente solo arenosos ou lama. 

É neste grupo onde está a maior complexidade de obter performance, já que normalmente é preciso utilizar um par do mesmo fabricante. 

Em regras gerais, os cravos são bem espaçados entre si e permitem que, a lama ou a areia seja expelida e não acumule na roda, evitando um peso extra à moto. 

Nessa gama de pneus Soft, os compostos de borracha costumam ser bem mais duros. Normalmente os pneus usados na parte traseira têm gomos quase laterais muito úteis nas curvas. Alguns pneus desse grupo têm desenho muito similar à conchas que cavoucam e arremessam a areia ou lama para trás. 

Na dianteira os cravos são  pontiagudos para enterrarem no chão e manter a direção controlada.

Como escolher um pneu?

Como escolher um pneu?

No entanto, a escolha de um pneu nem sempre é algo fácil. Se for numa pista de motocross, é preciso estudar bem a mudança do solo ao decorrer do dia, dos treinos e até mesmo das corridas. 

Já em trilhas ou provas off road, como Enduro de Regularidade ou FIM, uma leitura mais ampla do local a ser percorrido é o que vai determinar a escolha. 

Leve sempre em consideração que o tipo de solo é predominante na região e se ele for mais do que 70% do total, é o que vai determinar qual pneu usar. 

Vale lembrar que, ao escolher um pneu para uma prova off road, lembre-se de poupá-lo. 

Se, por exemplo, escolheu um pneu para areia, quando estiver atravessando um terreno rochoso, diminua a intensidade para ele não sofra danos.

A calibragem dos pneus

Além dos três principais tipos de terrenos para a escolha dos pneus ideais, é importante uma calibragem precisa para cada tipo de solo. 

Normalmente, pneus offroad trabalham com calibragens baixíssimas que variam entre 9 e 20 libras quando usa câmeras de ar.

Atualmente o uso de câmaras de ar está sendo substituído pelos mousses, uma câmara maciça que preenche o interior do pneu e traz certa tranquilidade para o piloto que não vai precisar se preocupar com um furo no pneu. 

A instalação é mais difícil, mas a garantia de não ter pneus furados recompensa o trabalho e investimento. 

Vale lembrar que, tal qual os pneus, os mousses têm prazo de validade e é importante dar atenção a isso. 

Com essas informações sobre como os pneus podem influenciar na performance, saiba primeiro onde vai andar e depois escolha que pneu vai colocar na sua motoca. 

Idário Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *